O Social em Questão - Revista do Departamento de Serviço Social PUC-Rio - Página inicial
Rio de Janeiro, 18/11/2017
ISSN 1415-1804 (Impresso) | ISSN 2238-9091 (Online)
Ano 20, n. 38 - mai.-ago./2017

Edição


“De escravas a cuidadoras”: invisibilidade e subalternidade das mulheres negras na política de saúde mental brasileira

Rachel Gouveia Passos

“From slaves to caregivers”: invisibility and subalternity of black women in
Brazilian mental health policy

O artigo propõe-se a identificar, no trabalho das cuidadoras em saúde mental,a perpetuação do racismo como uma das ideologias de dominação na formação social brasileira. No primeiro momento tratou-se acerca das escravas e africanas livres que serviam nos hospícios a partir da terceira década do século XIX. Em seguida, sobre a mudança da psiquiatria tradicional à Reforma Psiquiátrica e Atenção Psicossocial. Por fim, identificou se, no cenário pós-reforma psiquiátrica, o trabalho das mulheres negras, dando destaque à invisibilidade e à subalternidade que perpassam a ocupação de cuidadora e que estão vinculadas às desigualdades de classe e raça existentes na realidade brasileira.

Palavras-chave
Mulheres negras; Saúde mental; cuidadoras; escravas.

  

Title: “From slaves to caregivers”: invisibility and subalternity of black women in Brazilian mental health policy

The article proposes to identify the work of mental health care givers the perpetuation of racism as one of the ideologies of domination in Brazilian social formation. In the first moment we dealt with the slaves and free Africans who served in the hospices from the third decade of the nine tenth century. Next, we talk about the change from traditional psychiatry to Psychiatric Reform and Psychosocial attention. Finally, the work of black women is identified in the psychiatric post-reform scenario, highlighting the invisibility and subalternity that permeate the occupation of caregiver and which are linked to the class and racial inequalities existing in the Brazilian reality.

Keywords
Black women; Mental health; Care givers; Slaves.




“De escravas a cuidadoras”: invisibilidade e subalternidade das mulheres negras na política de saúde mental brasileira

INDEXADORES

Classe Latindex Biblat Diadorim .Periodicos. Sumários.org Sumários.org

LICENÇA CREATIVE COMMONS

Creative Commons Esta obra está licenciada com uma licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.