O Social em Questão - Revista do Departamento de Serviço Social PUC-Rio - Página inicial
Rio de Janeiro, 16/10/2019
ISSN 1415-1804 (Impresso) | ISSN 2238-9091 (Online)
Ano 21, n. 44 - mai.-ago./2019

Edição


A política de saúde sob o governo Temer: aspectos ideológicos do acirramento do discurso privatista

Bárbara Terezinha Sepúlveda Barros e Ângela Ernestina Cardoso de Brito

The health policy under the government Temer: ideological aspects of the privatist discourse

O artigo em questão busca demonstrar o fortalecimento de uma perspectiva privatista quanto à política de saúde no Brasil, durante o governo Temer. Tem como foco analisar documentos e discursos produzidos no intuito de tecer uma narrativa, que favoreça o consenso da população em torno desse projeto, que o entenda como inevitável, abandonando assim a proposta de democratização radical da saúde, consubstanciada no Sistema Único de Saúde (SUS). Utiliza-se, para tanto, de uma pesquisa bibliográfica, que cumpre oferecer subsídios importantes para localizar nosso direito social à saúde num quadro histórico mais amplo e, assim, refletir sobre a própria configuração do Estado brasileiro e os rebatimentos da adoção do neoliberalismo entre nós. Recorre-se concomitantemente à pesquisa documental, a fim de elucidar as inconsistências de certos argumentos e a ofensiva à saúde pública e universal, nos moldes constitucionais. Para as análises propostas faz-se uso de algumas categorias gramscianas, sobretudo os escritos sobre hegemonia.

Palavras-chave
Direito Social; Saúde; Hegemonia.

  

Title: It's always like this, it's all I am! Care, Gender and Families

The article in question seeks to demonstrate the strengthening of a privatization perspective regarding health policy in Brazil during the Temer government. Its aim is to analyze documents and speeches produced in order to weave a narrative that favors the consensus of the population around this project, which understands it as inevitable, thus abandoning the proposal of radical democratization of health, embodied in the Unified Health System (SUS). For this purpose, a bibliographical research is used,which must offer important subsidies to locate our social right to health in a broader historical context and thus reflect on the very configuration of the Brazilian State and the refutations of the adoption of neoliberalism among us . It is used concurrently with the documentary research, in order to elucidate the inconsistencies of certain arguments and the offensive to public and universal health, in the constitutional molds. For the analysis proposed some Gramscian categories are used, especially the writings on hegemony.

Keywords
Social Law; Health; Hegemony




A política de saúde sob o governo Temer: aspectos ideológicos do acirramento do discurso privatista

LICENÇA CREATIVE COMMONS

Creative Commons Esta obra está licenciada com uma licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.